A Mansão Valdemar (La Herencia Valdemar, 2010)


Boas adaptações das histórias do universo criado por H. P. Lovecraft costumam mostrar um horror diferente, onde os mistérios e a fantasia são o essencial. E o filme espanhol A Mansão Valdemar (La Herencia Valdemar, 2010) quer justamente prestar uma homenagem ao escritor considerado o mestre da literatura de terror. A ideia é simples: misture desaparecimentos misteriosos dos que se atrevem a entrar sozinhos em uma mansão amaldiçoada com uma trama da era vitoriana envolvendo ocultismo. Adicione como personagens alguns nomes do macabro da época como Aliester Crowley, Lizzie Borden, Belle Gunness e Bram Stroker. Pronto, o resultado é uma surpresa interessante, pelo menos para os fãs de Lovecraft. Particularmente, só o fato de não ser uma produção hollywoodiana já me satisfez, mas os detalhes com a produção também chamam a atenção: desde a abertura do filme contando uma mini-história à parte, a escolha pertinente dos nomes dos lugares e pessoas envolvidos, até ao caprichoso site do filme (com uma seção especial dedicada só ao Lovecraft). Mas já aviso aos desinformados que esta é apenas a primeira parte, sendo que La Herencia Valdemar II, programada para outubro de 2010, a julgar pelas cenas após os créditos finais promete ser melhor ainda.

Postar um comentário