A verdade conveniente de cada dia

Minha rápida contribuição com o tema CINISMO no Duelo de Escritores da semana. Depois do Nano e das provas, volto a elaborar algo mais longo.

O que o senhor tem a dizer do novo viaduto construído pelo governo federal?

Nossinhora, é bom demais da conta, sô.

Mas eu gostaria que o senhor dissesse, para todos os que estão nos assistindo neste momento, quais problemas o novo viaduto solucionou e se, além disso, ele trouxe alguma vantagem, em particular, para o seu bem-estar.

Craro que ele resorveu os meu probrema, moça. Antis, eu não tinha casa, agora eu moro mais a Maria e us mininu ali ó, imbajo daquele vão. Antes nóis ficava no relento, peganu chuva e sor, agora não, agora u guverno resorveu nossus probrema di vêizi.

Corta, Marcão. Não vai dar para usar isso, o pessoal da edição vai me trucidar. Não tem algum morador da região que esteja simplesmente passando por aqui? Aquela senhora lá, por exemplo... Ei, senhora... puf... puf... puf... pronto, Marcão?

O que a senhora tem a dizer do novo viaduto construído pelo governo federal?

Postar um comentário