"Ontem à noite, enquanto eu dormia" de Antonio Machado


Ontem à noite, enquanto eu dormia
(tradução de Jefferson Luiz Maleski)


Ontem à noite, enquanto eu dormia,
sonhei – maravilhosa ilusão! –
que uma corrente jorrava
em meu coração.
Eu disse: por qual canal secreto,
oh água, você vem a mim,
água de uma vida nova
que eu nunca bebera antes?

Ontem à noite, enquanto eu dormia,
sonhei – maravilhosa ilusão! –
que havia uma colméia
bem dentro do meu coração.
E as abelhas douradas
faziam favos brancos
e mel doce
das minhas velhas imperfeições.

Ontem à noite, enquanto eu dormia,
sonhei – maravilhosa ilusão! –
que um sol ardente brilhava
dentro do meu coração.
Era ardente porque sentia calor
como em uma fornalha,
e sol porque brilhou
e trouxe lágrimas aos meus olhos.

Ontem à noite, enquanto eu dormia,
sonhei – maravilhosa ilusão! –
que era Deus quem eu tinha
bem dentro do meu coração.


Last night, as I was sleeping
(tradução de Robert Bly)


Last night, as I was sleeping,
I dreamt – marvelous error!—
that a spring was breaking
out in my heart.
I said: Along which secret aqueduct,
Oh water, are you coming to me,
water of a new life
that I have never drunk?

Last night, as I was sleeping,
I dreamt -- marvelous error!—
that I had a beehive
here inside my heart.
And the golden bees
were making white combs
and sweet honey
from my old failures.

Last night, as I was sleeping,
I dreamt -- marvelous error!—
that a fiery sun was giving
light inside my heart.
It was fiery because I felt
warmth as from a hearth,
and sun because it gave light
and brought tears to my eyes.

Last night, as I slept,
I dreamt -- marvelous error!—
that it was God I had
here inside my heart.


Ayer por la noche como dormia
(texto original de Antonio Machado)


Ayer por la noche como dormia,
error soñar-maravilloso de I! –
que un resorte explotaba
en mi corazón.
Dije: ¿A lo largo de qué acueducto secreto,
agua del Oh, usted está viniendo a mí,
agua de una nueva vida
que nunca he bebido?

Ayer por la noche como dormía,
error soñar-maravilloso de I! –
que tenía una colmena
aquí dentro de mi corazón.
Y las abejas de oro
hacían los peines blancos
y la miel dulce
de mis viejas faltas.

Ayer por la noche como dormía,
error soñar-maravilloso de I! –
que un sol ardiente daba la luz
dentro de mi corazón.
Era ardiente porque sentía calor
como de un hogar,
y sol porque dio la luz
y trajo los rasgones a mis ojos.

Ayer por la noche como dormí,
error soñar-maravilloso de I! –
que era dios yo tenía
aquí dentro de mi corazón.


Antonio Machado (1875-1939) foi um poeta espanhol.
Postar um comentário