Sexo e amor: uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra

Você não leu, mas seu horóscopo hoje dizia:

"Tome cuidado: o ideal seria que sexo e amor sempre viessem na mesma embalagem. Mas não. São produtos vendidos em lojas diferentes. Por isso, nunca vincule sexo e amor. Sexo é uma necessidade do corpo, um instinto animal, primitivo. Amor é um ideal da alma, um objetivo a ser alcançado todo dia, o dia todo, por toda a vida. Se você pensar que sexo e amor andam, obrigatoriamente, juntos, acabará querendo transar somente com quem ama e quando estiver amando, ou então, caindo de amores pela pessoa com quem transar. Tá certo que existem exceções, mas em geral, o primeiro caminho vai gerar desejos insatisfeitos, culpas e conflitos internos em sua cabecinha, e o segundo fará com que você escolha a pessoa errada como companheira, por motivos tão fúteis e frágeis, que terminarão como um orgasmo. Você passará, somando toda a sua vida, cerca de 120 dias transando (ininterruptamente!), mas os dias que passará amando são incomensuráveis, porque podem repecurtir além da sua existência."
Postar um comentário