Georg Christoph Lichtenberg


O livro é um espelho: se um asno o contempla, não se pode esperar que reflita um apóstolo.

O sinal certo de um bom livro é que ele nos agrada cada vez mais à medida que envelhecemos.

O sábio procura a sabedoria, o tolo encontrou-a.

Quem leu muito, raramente faz grandes descobertas.

As pessoas que cedem e concordam com tudo são sempre as mais saudáveis, as mais belas, e de figura mais harmoniosa. Basta alguém ter um defeito para ter a sua própria opinião.

Estou convencido de que não apenas nos amamos nos outros, mas também nos odiamos neles.


Georg Christoph Lichtenberg (1742-1799) foi físico e escritor alemão.
Postar um comentário