CLB - Copa de Literatura Brasileira - 2ª edição

Desde 2007, há uma competição virtual interessante ocorrendo entre livros brasileiros contemporâneos, a Copa de Literatura Brasileira. O sistema é simples, primeiro é aberta a votação para q o público escolha os 16 romances brazucas publicados no ano anterior. Depois, cada romance enfrentra um oponente, em um jogo em q o juiz analisa, resenha e dá ganhador por tais e quais motivos. Basicamente, qual dos 2 livros ele gostou mais e pq. E assim, de 16, 8 passam para as quartas-de-final, 4 para a semi-final e 2 para a grande final, onde todos os juízes votam. Este ano ainda tem a repescagem, para q algum livro q o público achou ter sido eliminado injustamente tenha uma segunda chance.



Mas o grande barato em si da CLB não é tanto a resenha do jogo, mas os comentários q vem depois. Aí entram os autores, os autores amigos e inimigos dele, os literatos e estudiosos do assunto, ou os intrometidos de plantão (como eu) e a briga às vezes fica feia. Muitas questões literárias sobre ética, estilo, crítica literária, etc. são debatidas. Enfim, é um ótimo lugar para saber oq está rolando no cenário literário atual.

Ano passado, na 1ª edição da CLB, participei como juiz em um dos jogos e ajudei na votação final q elegeu o livro Música Perdida, de Luiz Antonio de Assis Brasil, como o ganhador da Copa. Este ano estou só como observador e comentarista. Mas já conseguiram me convencer de comprar uns 3 livros para ler, não necessariamente os vencedores.
Postar um comentário