O Direito e a Literatura

Como um eterno estudante de Direito, nada mais culturalmente inútil do que elaborar a lista dos grandes escritores da humanidade que se formaram em Direito. Mas atenção: não são simples bacharéis que escreveram um livro ou outro, principalmente na área do Direito, senão a lista seria gigantesca. Trata-se dos que escreveram livros considerados literatura universal. Prentendo atualizar a lista constantemente e se você quiser colaborar basta deixar um comentário com a sua indicação. A lista está em ordem alfabética, com indicação do lugar e época em que o escritor vive(u), a profissão ocupada relativa ao Direito e referências para consulta.
  1. Ariano Suassuna (Brasil, 1927-) - advogado, professor - Ref. #1
  2. Augusto dos Anjos (Brasil, 1884-1914) - professor - Ref. #1
  3. Bernardo Guimarães (Brasil, 1825-1844) - juiz, professor - Ref. #1
  4. Cícero (Roma, 106-44 a.C) - advogado, orador, político - Ref. #1
  5. Clarice Lispector (Brasil, 1920-1977) - Ref. #1
  6. Franz Kafka (Tchecoeslováquia, 1883-1924) - advogado - Ref. #1
  7. Gonçalves Dias (Brasil, 1823-1864) - professor - Ref. #1
  8. Graça Aranha (Brasil, 1868-1931) - juiz, diplomata - Ref. #1
  9. Gregório de Matos (Brasil, 1623-1696) - juiz, procurador, desembargador - Ref. #1
  10. Hilda Hilst (Brasil, 1930-2004) - Ref. #1
  11. Honoré de Balzac (França, 1799-1850) - Ref. #1
  12. João Ribeiro (Brasil, 1860-1934) - Ref. #1
  13. João Carlos Marinho (Brasil, 1935-) - advogado - Ref #1
  14. Jorge Amado (Brasil, 1912-2001) - deputado federal - #1
  15. José Cândido de Carvalho (Brasil, 1914-1989) - advogado - Ref. #1
  16. José de Alencar (Brasil, 1829-1877) - deputado, ministro da justiça - Ref. #1
  17. Johann Wolfgang von Goethe (Alemanha, 1749-1832) - Ref. #1
  18. John Luther Long (EUA, 1861-1927) - advogado - Ref. #1
  19. Liev Tolstói (Rússia, 1828-1910) - Ref. #1
  20. Lygia Fagundes Telles (Brasil, 1923-) - procuradora do IPESP - Ref. #1
  21. Louis Begley (Estados Unidos, 1933-) - advogado - Ref. #1
  22. Luiz Antonio de Assis Brasil (Brasil, 1945-) - advogado - Ref. #1
  23. Manoel de Barros (Brasil, 1916-) - advogado - Ref. #1
  24. Mario Vargas Llosa (Peru, 1936-) - Ref. #1
  25. Monteiro Lobato (Brasil, 1882-1948) - advogado, promotor - Ref. #1
  26. Montesquieu (França, 1689-1755) - presidente da Câmara - Ref. #1
  27. Murilo Rubião (Brasil, 1916-1991) - Ref. #1
  28. Robert Louis Stevenson (Escócia, 1850-1894) - Ref. #1
  29. Rubem Fonseca (Brasil, 1925-) - comissário de polícia - Ref. #1
  30. Ruy Barbosa (Brasil, 1849-1923) - advogado, jurista, diplomata - Ref. #1
  31. Sêneca (Roma, 4 a.C.-65 d.C.) - advogado - Ref. #1 #2
  32. Stanislas de Rhodes (Inglaterra, 1857–1932) - advogado - Ref. #1
  33. Tobias Barreto (Brasil, 1839-1889) - professor - Ref. #1
  34. Vinicius de Moraes (Brasil, 1913-1980) - diplomata - Ref. #1
  35. Wallace Stevens (EUA, 1879-1955) - advogado - Ref. #1
Os que iniciaram o curso, mas não concluíram:
  1. Álvares de Azevedo (Brasil, 1831-1852) - Ref. #1
  2. Castro Alves (Brasil, 1847-1871) - Ref. #1
  3. Coelho Neto (Brasil, 1864-1934) - Ref. #1
  4. Fagundes Varella (Brasil, 1841-1875) - Ref. #1
  5. François Rabelais (França, 1484-1553) - Ref. #1
  6. Gabriel García Marquez (Colômbia, 1927-) - Ref. #1
  7. Gustave Flaubert (França, 1821-1880) - Ref. #1 #2
  8. Marcel Proust (França, 1871-1922) - Ref. #1 #2
  9. Olavo Bilac (Brasil, 1865-1918) - Ref. #1
  10. Paulo Mendes Campos (Brasil, 1922-1991) - Ref. #1
  11. Rabindranath Tagore (Índia, 1861-1941) - Ref. #1
Postar um comentário