A Fantástica Loja de Brinquedos

A Fantástica Loja de Brinquedos está cheia de crianças.
Algumas pegam vários brinquedos, outras nenhum.
Umas são egoístas e brincam sozinhas ou tomam o brinquedo de alguém.
Outras brincam em conjunto ou dividem os seus brinquedos com quem não tem nem um.

Nas prateleiras altas estão os brinquedos mais desejados,
e apesar de serem os que as crianças gastam mais tempo tentando alcançar
são usados por poucos e por pouco tempo.

Anoitecendo, umas crianças têm vários brinquedos, outras nenhum,
algumas se entreteram com os mais variados tipos, outras com os mesmos de sempre,
porém todas saem da loja como entraram: sem brinquedo algum.

A grande maldade da Fantástica Loja de Brinquedos
não é tirar o brinquedo da criança enquanto ela se diverte,
mas é uma observar as outras brincando com algo que ela nunca terá.

Mas há crianças que entram e saem da loja
sem darem atenção aos brinquedos,
e apesar de terem um certo ar de mistério e sabedoria,
são chamadas de bobas pelas outras.

E no final de nossas vidas, provamos que
a vida é uma ilusão colocada por Deus à nossa frente
na qual nem todos tiveram a oportunidade de brincar.
Postar um comentário