Antoine de Saint-Exupéry

Antoine de Saint-ExupérySe procuro em minhas recordações os que me deixaram um sabor duradouro, se faço balanço das horas que valeram, sempre me encontro com aquelas que não valeram a pena.

O Homem distingui-se dos homens. Nada se diz de essencial acerca da catedral se apenas falarmos das pedras. Nada se diz de essencial a respeito do Homem se procurarmos defini-lo pelas qualidades humanas.

Mulher: a mais nua das carnes vivas e aquela cujo brilho é o mais suave.

Cada um é responsável por todos. Cada um é o único responsável. Cada um é o único responsável por todos.

A terra ensina-nos mais acerca de nós próprios do que todos os livros. Porque ela nos resiste.

O verdadeiro homem mede a sua força, quando se defronta com o obstáculo.

A verdade não é, de modo algum, aquilo que se demonstra, mas aquilo que se simplifica.

A ordem não cria a vida.

O progresso do homem não é mais do que uma descoberta gradual de que as suas perguntas não têm significado.

Amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direção.

Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível para os olhos.

É o espírito que conduz o mundo e não a inteligência.

Há vitórias que exaltam, outras que corrompem; derrotas que matam, outras que despertam.

Os regulamentos assemelham-se aos ritos de uma religião, que parecem absurdos, mas moldam os homens.

É o mesmo sol que derrete a cera e seca a argila.

Se tu vens às quatro da tarde, desde às três eu começarei a ser feliz.

Aqueles que passam por nós não vão sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós.

Se tu choras por ter perdido o sol, as lágrimas te impedirão de ver as estrelas.

Tornas-te eternamente responsável por aquilo que cativas.

Um monte de pedras deixa de ser um monte de pedras no momento em que um único homem o contempla, nascendo dentro dele a imagem de uma catedral.

O francês Antoine de Saint-Exupéry (1900-1944) foi escritor, ilustrador e piloto durante a 2ª Guerra Mundial. Sua obra mais conhecida é o romance infantil O Pequeno Príncipe.
Postar um comentário