Luís Vaz de Camões

O fraco rei faz fraca a forte gente.

A verdadeira afeição na longa ausência se prova.

Jamais haverá ano novo, se continuar a copiar os erros dos anos velhos.

Transforma-se o amador na cousa amada,
Por virtude do muito imaginar;
Não tenho logo mais que desejar,
Pois em mim tenho a parte desejada.


Luís Vaz de Camões (1524-1580) foi poeta português. Escreveu Os Lusíadas.
Postar um comentário