Rapidinha do dia nº 11

INTERNET.COM.VC

A relação de Jorge com a esposa já não era a mesma. Não existia mais tesão, somente uma conveniente e monótona coabitação. Anos e anos de futebol na tevê e dores de cabeça na cama transformaram em picolé de nata aquela outrora ardente paixão. Até que ela surgiu na vida de Jorge, a internet. O que inicialmente consistira em desvirginar CDs com músicas pauleira baixadas passou rapidamente para curiosidade moderada, chegando por fim ao vício descontrolado quando soube da comunidade virtual. Lá ele poderia assumir outra identidade, ser quem ele nunca fora na vida real e até casar-se de novo. Ele experimentou a novidade e a novidade o experimentou. Jorge ficou completamente arrebatado. Se autojustificava que não era traição ter outra esposa, virtual, já que ele também não se considerava o mesmo Jorge virtual. Tudo parecia ir bem, até que a relação com a esposa virtual passou a não ser mais a mesma. Não existia tesão, somente uma conveniente e monótona coabitação...
Postar um comentário