Língua Portuguesa: Palíndromo e Tautologia

Recebi o email abaixo e achei interessante.

Coisas da nossa rica língua portuguesa: Palíndromo e Tautologia.

1) Palíndromo: Um palíndromo é uma palavra ou um número que se lê da mesma maneira nos dois sentidos normalmente, da esquerda para a direita e ao contrário. Exemplos: OVO, OSSO, RADAR. O mesmo se aplica às frases, embora a coincidência seja tanto mais difícil de conseguir quanto maior a frase, como é o caso do conhecido:

- Socorram-me, subi no ônibus em Marrocos

Diante do interesse pelo assunto (confesse, você leu a frase de trás pra frente), tomamos a liberdade de selecionar alguns dos melhores palíndromos da língua de Camões... Se você souber de algum, acrescente e passe adiante.

- Anotaram a data da maratona?
- Assim a aia ia a missa
- A diva em Argel alegra-me a vida
- A droga da gorda
- A mala nada na lama
- A torre da derrota
- Luza Rocelina, a namorada do Manuel, leu na moda da romana: anil é cor azul
- O céu sueco
- O galo ama o lago
- O lobo ama o bolo
- O romano acata amores a damas amadas e Roma ataca o namoro
- Rir, o breve verbo rir
- A cara rajada da jararaca
- Saíram o tio e oito marias
- Zé de Lima, Rua Laura, mil e dez

2) Tautologia: é o termo usado para definir um dos vícios de linguagem. Consiste na repetição de uma idéia, de maneira viciada, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido. O exemplo clássico é o famoso 'subir para cima' ou o 'descer para baixo'. Mas há outros, como você pode ver na lista a seguir:

- elo de ligação
- acabamento final
- certeza absoluta
- quantia exata
- nos dias 8, 9 e 10, inclusive
- juntamente com
- expressamente proibido
- em duas metades iguais
- sintomas indicativos
- há anos atrás
- vereador da cidade
- outra alternativa
- detalhes minuciosos
- a razão é porque
- anexo junto à carta
- de sua livre escolha
- superávit positivo
- todos foram unânimes
- conviver junto
- fato real
- encarar de frente
- multidão de pessoas
- amanhecer o dia
- criação nova
- retornar de novo
- empréstimo temporário
- surpresa inesperada
- escolha opcional
- planear antecipadamente
- abertura inaugural
- continua a permanecer
- a última versão definitiva
- possivelmente poderá ocorrer
- comparecer em pessoa
- gritar bem alto
- propriedade característica
- demasiadamente excessivo
- a seu critério pessoal
- exceder em muito

Note que todas essas repetições são dispensáveis. Por exemplo, 'surpresa inesperada'. Existe alguma surpresa esperada? É óbvio que não. Devemos evitar o uso das repetições desnecessárias. Fique atento às expressões que utiliza no seu dia-a-dia.

Gostou? Então divulgue para os amigos amantes da língua portuguesa.
Postar um comentário