Resoluções Literárias para 2013


Mas já? Pois é, se o mundo não acabar, já pensou no que você vai ler em 2013? Mais literatura brasileira, todas as obras de algum autor preferido, algum calhamaço ou coleção completa? Faça como eu, divulgue a sua lista na internet, quem sabe além de te animar a ler mais ano que vem não anima outros? Para os que, assim como eu, ainda estão dançando (ou já dançaram) com as resoluções literárias de 2012, já dá pra fazer o balanço do que conseguiram cumprir e o que foi meio que viagem e tirar uma base para o ano que vem. Em 2012 coloquei como resolução literária uma meta (terminar de ler esta coleção) e ainda mudei ela na metade do ano (terminar de ler outra coleção). Como só faltam 3 livros, devo alcançar em dezembro, aos 45 do segundo tempo. Em janeiro publicarei outro post falando sobre o cumprimento (ou não) das resoluções literárias para 2012.

Bem, para 2013, vou expandir para 5 metas:

  1. Continuar a ler 50 páginas por dia - já vem dando certo comigo pelo 2º ano consecutivo então, em time que está ganhando não se mexe; 
  2. Ler 1 calhamaço de pelo menos 500 páginas por mês - os danados estão se procriando aqui em casa! Sei que a minha média de livros lidos por mês/ano vai cair drasticamente, mas não me preocupo com isso: se seguir a meta 1, gastarei entre 10 e 20 dias em cada tijolão; 
  3. Ler todos os livros que ganhei de presente nos 2 últimos anos - incluindo os de amigo secreto do finado fórum literário www.meiapalavra.com.br e outros não são muitos, em torno de 10 livros;
  4. Comprar só 6 livros por mês - isso já diminui pela metade o meu vício consumista, pois minha média de compras em 2012 está em 12 livros/mês. Esta é uma das metas mais difíceis para mim (o Submarino ri na minha cara!);
  5. Ler pelo menos 12 livros de literatura brasileira - especialmente os que constem nesta lista.
Se você prestar atenção não são metas inimagináveis. E sim, eu preciso de resoluções literárias de fim de ano, elas não só me empurram mas também me animam. Por que você também não experimenta? 
Postar um comentário