Vocabulário machista

Hoje recebi novamente um email antigo, mas ainda interessante sobre considerações do gênero e significado das palavras na língua portuguesa. Diz o tal:

INJUSTIÇAS DA LÍNGUA PORTUGUESA

A sociedade feminina brasileira se queixa do tratamento machista existente na gramática portuguesa, e com razão. Vejam os exemplos:

Cão: o melhor amigo do homem.
Cadela: puta.

Vagabundo: homem que não faz nada.
Vagabunda: puta.

Touro: homem forte.
Vaca: puta.

Pistoleiro: homem que mata pessoas.
Pistoleira: puta.

Aventureiro: homem que se arrisca, viajante, desbravador.
Aventureira: puta.

Garoto de rua: menino pobre, que vive na rua, um coitado.
Garota de rua: puta.

Homem da vida: pessoa letrada pela sabedoria adquirida ao longo da vida.
Mulher da vida: puta.

O Galinha: o 'bonzão', aquele que traça todas.
A Galinha: puta.

Tiozinho: irmão mais novo do paizinho.
Tiazinha: puta.

Feiticeiro: mago, conhecedor de alquimias.
Feiticeira: puta.

Um qualquer: fulano, beltrano, ciclano.
Uma qualquer: puta.

Lula, Maluf, Sarney, Collor, Arruda: políticos.
A mãe deles: putas.

Carlos Eugênio Simon, Leonardo Gaciba, Sálvio Spínola: árbitros de futebol.
A mãe deles: putas.

E pra finalizar:

Puto: homem nervoso, irritado, bravo.
Puta: puta.

Depois de ler este texto:

Homem: vai sorrir.
Mulher: vai ficar puta.

O blogue Humortarado pegou algumas das definições acima e fez tirinhas. Vale a pena ver (Parte 1 - Parte 2).
Postar um comentário